skip to Main Content
MADEIRA NOBRE DO CEDRO AUSTRALIANO CHAMA ATENÇÃO DE DESIGNER ITALIANO

MADEIRA NOBRE DO CEDRO AUSTRALIANO CHAMA ATENÇÃO DE DESIGNER ITALIANO

Marco Zanini e sua esposa Flávia Souza visitaram a fazenda Bela Vista
Por: Painel Florestal 

Um dos fundadores do Memphis, movimento cultural de vanguarda que atuou de 1981 a 1987, em Milão, que revolucionou o design contemporâneo, o italiano Marco Zanini dispensa apresentações.

Ao lado de sua esposa, a mineira e também designer Flávia Souza, Zanini conheceu, recentemente, peças produzidas com o cedro australiano da Bela Vista Florestal.

A qualidade e a nobreza da madeira chamou a atenção do casal que decidiu visitar as florestas da espécie em Campo Belo, sul de Minas Gerais.

O diretor da Bela Vista Florestal, Ricardo Vilela, fez questão de mostrar o trabalho de melhoramento genético realizado por eles e o maior viveiro de mudas clonais da espécie do mundo.

Zanini, que já teve suas criações executadas pelos maiores marceneiros do mundo, como o italiano Pierluigi Ghianda, gostou do que viu e percebeu as possibilidades dessa madeira, nos diversos nichos de alto luxo com os quais trabalha.

Foto do casal no apartamento deles no Rio de Janeiro

O casal no apartamento deles no Rio de Janeiro

Nas conversas iniciais ficou claro que Zanini entende que, trabalhado da forma correta, o cedro australiano da Bela Vista tem qualidade para chegar ao topo do segmento de luxo mundial, tanto nos usos tradicionais como a movelaria e indústria naval, até surpresas como marcas de alta costura.

Um dos trabalhos do casal foi o Skat, iate de 71 m encomendado por Charles Simonyi, um dos gênios da Microsoft, construído no estaleiro da Lürssen, na Alemanha. O projeto é do arquiteto naval norueguês Espen Oeino, e os interiores, de Marco Zanini, que tinha como assistente na época a futura mulher.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top